Blog

Livro de Diagnóstico Integrado em MTC

A minha maior dificuldade enquanto acupunturista jejuno foi encontrar um eixo de referência simplificado, que ordenasse fielmente os achados clínicos do paciente com a fisiopatologia energética da doença. O conteúdo referenciado pela teoria dos 8 princípios e as síndromes energéticas, por exemplo, me confundiam, não havia nelas, de acordo com meu ponto de vista, correspondência entre teoria e prática. Lembro- me de atender pacientes de colegas no ambulatório acadêmico, e por vezes constatar que cada um de nós, inclusive os professores, tinham seu próprio diagnóstico. Via com perplexidade essa situação, pois os pacientes e suas doenças eram os mesmos para todos, logo, o diagnóstico, também deveria ser idêntico a todos os avaliadores.

Na prática, os microssistemas da língua e pulso não conversavam entre si; era difícil transportar os sinais de frio encontrados no pulso, e calor percebidos na língua para alguma plataforma lógica de eventos sustentados fisiologicamente pelo processo de causa e efeito. Essa constatação motivou minhas pesquisas sobre fisiologia energética Zang fu. Esse movimento pesquisístico marcou minha história na MTC, pois através da fisiologia energética Zang fu, eu pude compreender o mecanismo de adoecimento a partir de uma causa original. Com ele, foi possível desenvolver o raciocínio capaz de postular a existência de um eixo de eventos, integrado entre a psiquê, as energias e o corpo físico.

Com tempo e disciplina, estudei a fundo alguns temas envolvendo neurociência, psicologia e biotipologia, para então integrar seus conteúdos numa plataforma de acontecimentos plausível, que pudesse explicar a consideração feita acima sobre a integração da psiquê, energias e corpo físico. Essa plataforma de conhecimento chamada por mim de teoria

 

psicoenergossomática, foi experimentada, até que todas as dúvidas se transformassem em verdades relativas. No ano de 2015 seu conteúdo foi apresentado no livro: Acupuntura por Fabrício Borges, como opção aos pesquisadores, que porventura estivessem procurando pelas mesmas respostas que eu.

Os elementos básicos da teoria psicoenergossomática foram complementados ainda pela Anatomia e Fisiologia Humana integrada (energética e orgânica), Histologia, Embriologia e Física quântica. Os resultados dessas pesquisas responderam à problemática inicial e, ao mesmo tempo, construíram a base de outros questionamentos, respondidos cada um ao seu tempo por outros neoconceitos propostos à MTC e a outras ciências, como a teoria das essências energéticas, energias matrizes e secundárias, cinco padrões de desequilíbrio energético, microssistemas, biotipologia original e morfobiogênese evolutiva.

A teoria das essências energéticos surgiu para explicar o elo comunicante entre o Macrocosmo e o Microcosmo. Nesse caso foi necessário muita inspiração e transpiração para encontrar a identidade original das informações matrizes de cada essência que fossem capazes de sistematizar os desdobramentos energéticos capazes de plasmar a matéria orgânica e assim formar os 5 elementos da natureza e o corpo físico a partir de um eixo de princípios ambivalentes caracterizados didaticamente pelas energias Yin e Yang.

Os conceitos da teoria das essências energéticas organizaram minhas ideias para que eu pudesse entender como as energias funcionavam no corpo físico e no próprio ambiente dos 5 elementos. Esse entendimento contribuiu para a desmistificação dos conceitos tradicionais utilizados para descrever a energia ancestral, energia yin e energia yang qualificadas por mim como energias matrizes. E as energias secundárias representadas pelo sangue e o calor. Esse movimento analógico simplificou os ditames acerca do diagnóstico energético.

 

O diagnóstico energético feito principalmente pela avaliação criteriosa da língua subsidiou meu contento pois finalmente pude encontrar a tão sonhada referência de análise prática que fosse capaz de suplantar as informações nos níveis cognitivo, psíquico, energético e orgânico. Pela primeira vez eu conseguiria explicar os eventos patogênicos do paciente numa mesma plataforma de desdobramentos sistematizados pelo processo de causa e efeito de cada modelo energético em separado.

A inserção desse conteúdo a pauta de estudo e pesquisa carregou outra necessidade marcada por mim desde início como cláusula pétrea na prática da MTC, que era entender e logicamente saber a causa original das doenças físicas. Nessa época os subsídios intelectuais fornecidos pela teoria psicoenergossomática, essências energéticas e cinco padrões de desequilíbrio energético explicaram os conceitos da Biotipologia original, teoria essa divulgada mais tarde (ano: 2017) no livro de Biotipologia por Fabricio Borges. As ideias propostas nessa obra formataram a metodologia de avaliação, diagnóstico e tratamento biotipológico. Fechando assim um ciclo de conhecimento que me satisfizesse enquanto estudioso, pesquisador, docente e escritor de MTC.

E é assim com essa mesma energia que tomei o impulso necessário para escrever essa obra – Diagnóstico integrado em MTC. O objetivo inicial desse livro foi traçado pela historia das minhas dificuldades e dúvidas sobre o assunto, que logicamente foram sendo resolvidos com estudo e persistência. Contando com o amparo de sempre decidi escreve-la com otimismo e motivação, sempre refletindo sobre cada parte do passado que me trouxe até aqui, para expor a sabedoria prática em palavras escritas com critério e coerência.

Aprecie sem moderação, Fabricio Borges

Introdução aos paradigmas e neoconceitos da MTC - 11/11/2019

Aula 1: Embriogênese energética básica

Aula 2: Pulmão e o Yang qi

Aula 3: Yin qi e o Baço-pâncreas

Aula 4 – Fisiologia energética integrada

Ficha de avaliação

Aula 1: Queixa principal é o fio da meada do sucesso terapêutico

Casos clínicos

Caso 1. O preço de uma traição

Caso 2. As drogas matam.

Caso 3. O peso do desprezo.

Caso 4. Medo do papai.

Caso 5. As chaves do armário.

Diagnóstico energético - Língua

Aula a. Introdução básica 

Aula b. Transformando teoria em prática

Aula c. Casos clínicos

Casos clínicos

Caso 1. O sangue estagnado.

Caso 2. O pulso ainda pulsa.

Caso 3. A fome que consome.

Caso 4. O frio da infância.

Caso 5. O segredo. 

Diagnóstico emocional - a face

Aula 1. Introdução aos conceitos a Psicoenergossomatologia

Aula 2. Circuitos psicoenergossomáticos e a face.

Casos clínicos

Caso 1. A raiva.

Caso 2. O medo.

Caso 3. A tristeza .

Caso 4. A insegurança.

Caso 5. A dúvida. 

Diagnóstico emocional - a face

Aula 1. Diagnóstico Biotipológico – os 5 biotipos

Casos Clínicos

Aula a. Pau que nasce torto…

Aula b. Os limites do prazer…

Aula c. A terra que abraça…

Aula d. Autonomia é tudo…

Aula e. Sou feliz…

Combinações inteligentes, protocolos eficientes - 28/11/2019

Dia 28/11 às 20:00

SUPER LIVE EXCLUSIVA – Combinações inteligentes, protocolos eficientes.