centrobenessere.com.br

Auriculoterapia para hipertensão

Estudos recentes mostram que a AURICULOTERAPIA pode ajudar no controle da pressão arterial.

A auriculoterapia é uma técnica tradicional da medicina chinesa que utiliza o pavilhão auricular para executar suas atividades no corpo humano. 

A OMS (Organização Mundial de Saúde), reconhece a auriculoterapia como um recurso altamente importante dentro das práticas integrativas desde 1990. Além disso a própria OMS reconhece como válido cientificamente diversos pontos auriculares. Essas premissa demonstra a importância desse recurso terapêutico para o tratamento de centena de doenças. 

No Brasil a auriculoterapia é praticada por diversas classes profissionais. Embora, haja na minha opinião a necessidade de um conhecimento profundo de fisiologia, neurofisiologia e anatomia humana, essa técnica pode ser praticada por qualquer pessoa que esteja disposto a aprender suas nuances dentro de um curso formatado em parâmetros bem definidos. 

No caso da hipertensão...

Estudos mostram que auriculoterapia pode ajudar no tratamento dessa condição que atinge cerca de 700 milhões de pessoas no mundo e no Brasil 40 milhões de pessoas são limitadas por essa doença crônica. 

A grande maioria delas controla suas necessidades com medicação e mesmo assim sofre com suas alterações causadas principalmente no sistema vascular. 

Obviamente nosso objetivo aqui não é interferir nesse tratamento convencionado por medicamentos, mas sim, auxiliar o processo de estabilidade préssorica, evitando assim suas mazelas e complicações. 

O que é na verdade a hipertensão?

A hipertensão é uma doença crônica que atinge o sistema cardiovascular no sentido de alterar o fluxo de sangue pelos vasos, devido a problemas na estrutura cardíaca (na maioria das vezes). 
Dentro de sua rotina patogênica, a hipertensão se caracteriza por alterações hemodinâmicas, que produzem nos vasos problemas inflamatórios e algumas comorbidades que ajudam o problema ser potencializado. 

A maioria dos pacientes hipertensos, correm o risco de terem problemas vasculares sérios que levam normalmente ao Acidente Vascular Cerebral – AVC por exemplo. 

Como a auriculoterapia funciona na verdade?

A auriculoterapia utiliza recursos fisiológicos, neurofisiológicos e energéticos para organizar seus efeitos no corpo humano. Fisiologicamente, os estímulos auriculares são articulados para produzir efeitos no sistema cardiovascular, melhorando sua função e estimulando a produção de substâncias químicas envolvidas com a regeneração do endotélio por exemplo. 

No cérebro a auriculoterapia provoca a liberação de substâncias neuroquímicas capazes de diminuir os hormônios estressores (adrenalina e cortisol). Energeticamente essa técnica milenar estabiliza o fluxo energético dos órgãos e vísceras internos, levando ao equilíbrio de suas funções. No caso, da hipertensão os efeitos diretos da auriculoterapia, agem na função energética cardíaca potencializando seu equilíbrio.

Em conclusão a auriculoterapia é bem definida cientificamente como eficaz no tratamento da hipertensão ao mesmo tempo que minha prática clínica comprova mais ainda seus efeitos com inúmeros casos tratados com sucesso. 

Como fazer?

O tratamento da hipertensão pode ser realizada por duas vertentes diferentes. A primeira é o equilíbrio imediato da pressão arterial e o segundo é feito em busca de um trabalho perene de longo prazo. 

O primeiro é feito com o agulhamento seco no ápice da orelha. Esse ponto atua diretamente no equilíbrio da pressão arterial. O segundo, exige o uso de agulhas próprias ou sementes de mostarda para providenciar seus estímulos ao longo do tempo. 

Oportunidade única

Oportunidade única

Tenha em mãos o conhecimento necessário para ser um auriculoterapeuta de alta performance. Entenda além da anatomia auricular, fisiologia e neurofisiologia sistêmica; protocolos emocionais que tratam a causa original das doenças.

Tenha em mãos o conhecimento necessário para ser um auriculoterapeuta de alta performance.
Entenda além da anatomia auricular, fisiologia e neurofisiologia sistêmica; protocolos emocionais que tratam a causa original das doenças.

Quer saber mais sobre essas informações?

Gostou deste conteúdo?

Cadastre-se abaixo e esteja por dentro de todas as novidade!

Entre no Grupo de Whats app do Evento